domingo, 10 de setembro de 2017

Comunidade oliventina celebra 26 anos de Movimento Bíblico

Hoje (10/09) foi um dia especial. Foi celebrado durante todo dia o 26º encontro bíblico na comunidade Campo Alegre - paróquia Nossa Senhora do Carmo - Olivença/AL.

Foram momentos de estima alegria para todos católicos presentes. Diversos movimentos bíblicos, grupos de jovens, movimentos marianos de diversas paróquias se reuniram para louvar e agradecer a Deus por todas graças recebidas em suas vidas. Para ter-se ideia compareceram pessoas de Santana do Ipanema, Carneiros, Olho D'Água das Flores, Piau (Piranhas) e de diversas comunidades de Olivença. Foi uma bênção.

A comunidade celebra a festa por mais de duas décadas e meia quando o saudoso Expedito Guardiano começou o movimento com os fiéis da comunidade. A celebração ocorre a cada ano e este com maior envolvimento de movimentos e pastorais paroquial. O pároco local, por motivos superiores, não pode está presente, mas indicou e mandou o padre José da Silva (pároco de Jacaré dos Homens/AL) para celebrar a Santíssima Eucaristia.

João Valdemar e equipe organizadora agradeceu aos fieis presentes.





























sábado, 31 de dezembro de 2016

Levantar a esperança! O Deus que chamou ontem é o mesmo que convida hoje a recomeçar

Chegamos ao final do ano de 2016. É Tempo de agradecer a Deus por todos os bens concedidos. Muitas luzes surgiram dentro da nossa missão como Igreja, mas também algumas sombras. É comum em qualquer realidade que existam luzes e sombras, as sombras nós pedimos perdão.
Deus continua nos chamando para a missão que se concretiza dentro da dimensão do amor-serviço, para isso precisamos ficar atentos, e não nos deitarmos por sobre uma vida cristã que consideramos adquirida de uma vez por todas. Pelo contrário, o Senhor nos convida a remar em frente, mesmo quando sentimos que o vento sopra em contrário. O importante é que todos os remadores estejam atentos aos apelos dos menos favorecidos da sociedade. “Conserva reta a mente e sê constante, e não te apavores no tempo da adversidade” (Eclo. 2, 1-2). Que ninguém perca o entusiasmo por conta do objetivo que ainda está para acontecer. Algo está sendo realizado. A palavra de ordem é paciência e compromisso, não desanimar!

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Festa do Catequista em Olivença/AL





Aconteceu no último domingo (28/08) na cidade de Olivença/Al o encontro de catequistas nível diocesano. Compareceram ao evento catequistas de todas paróquias que compõe o setor Santana totalizando 11 paróquias e cidade de Carneiros. 

Compareceram catequistas das cidades de Ouro Branco, Maravilha, Santana do Ipanema, Dois Riachos, Olivença, Olho D'Água das Flores, São José da Tapera, Senador Rui Palmeira, Poço das Trincheiras e Pão de Açúcar. 

Durante todo dia ocorreram diversas apresentações artísticas sob o tema: Maria, Mãe da Misericórdia! Ainda no horário da manhã houve Momento de Adoração ao Santíssimo e a tarde culminou-se com a celebração da Santa Missa celebrada pelo bispo Dom Dulcênio Fontes de Matos - bispo de Palmeira dos Índios/Al ,concelebrada pelo pároco local - padre José Petrônio. Durante o dia compareceram a festa os padre Edgar (Dois Riachos), Clejean (São Cristóvão - Santana do Ipanema) e padre Jaciel da paróquia Senhora Santana da mesma cidade.





quinta-feira, 28 de abril de 2016

Papa Francisco elege presbítero de Palmeira dos Índios para o episcopado

Radiantes de júbilo, anunciamos que o Santo Padre Francisco elegeu, na manhã de hoje, 27 de abril, o Reverendíssimo Padre Hélio Pereira dos Santos, Vigário Geral e Chanceler deste nosso Bispado de Palmeira dos Índios e Pároco da Paróquia Bom Jesus dos Pobres, em Quebrangulo, Alagoas, para Bispo Titular de Tavia e Auxiliar na Arquidiocese de São Salvador da Bahia. Com tamanha felicidade, apresentamos, em primeira mão, alguns traços biográficos do eleito.

            Natural de Pão de Açúcar, neste Estado de Alagoas, possui 48 anos. Filho de Manoel Pereira dos Santos e Doralice Oliveira, teve a sua formação escolar básica nas cidades de Monteirópolis e Pão de Açúcar. Ingressando no Seminário Arquidiocesano de Maceió, dedicou-se ao curso de Filosofia; já o de Teologia foi realizado no Seminário São José, da Arquidiocese do Rio de Janeiro, e na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Foi ordenado diácono em 27 de dezembro de 1995 e presbítero em 19 de dezembro de 1996 pelas mãos de Dom Fernando Iório Rodrigues, terceiro Bispo de Palmeira dos Índios.

Além dos cursos filo-teológicos, o Monsenhor Hélio Pereira possui no seu currículo acadêmico: Licenciatura em Letras: Língua Inglesa e suas respectivas Literaturas pela Universidade Estadual de Alagoas; Pós-graduação “Lato Sensu” em História pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió; Pós-graduação “Lato Sensu” em Ensino de Língua Inglesa pela Universidade Cândido Mendes.
Após termos ressaltado as suas atuais funções, o eleito dedicou-se ainda às seguintes atividades pastorais ao longo de sua trajetória sacerdotal: Tesoureiro do Colégio São Vicente; Reitor do Seminário Diocesano São João Maria Vianney; Vigário Paroquial da Paróquia de São Vicente de Paulo, em Palmeira dos Índios; Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Saúde, em Igaci; Coordenador Diocesano Pastoral; Professor; Membro do Conselho Presbiteral e do Colégio dos Consultores.

Como diocesanos desta Igreja felizarda, apresentamos como dádiva este nosso caro sacerdote à Igreja Universal, em especial àquela que é a primacial do Brasil, Mãe de todas as Igrejas nesta ‘Terra de Santa Cruz’ – a Arquidiocese de São Salvador da Bahia, crendo que, tal como aconteceu aqui, em Palmeira dos Índios, o amor, zelo e dedicação que o Monsenhor Hélio nutre pela Esposa de Cristo, a ‘Senhora Católica’, trará muitos frutos para o coração do rebanho de Cristo. Aproveitamos para comunicar e convidar a todos que a sua Sagração Episcopal se dará na Sé Catedral Diocesana de Palmeira dos Índios, em 22 de julho próximo futuro, às 19 horas.

(PASCOM DIOCESANA)

segunda-feira, 28 de março de 2016

Passeio/Viagem à Cidade de Maria

O grupo de Jovens/Família LUVESP realizou um passeio à cidade de Maria. A viagem aconteceu no domingo (20/03). Neste dia ocorreu a Procissão de Ramos onde os fieis percorreram um pequeno trajeto localizado nas dependências da Cidade de Maria. Logo após aconteceu a celebração da Santa Missa de Ramos, celebrada pelo padre Divaldo, pároco da paróquia de Craíbas/Al. 

Na oportunidade João Valdemar e Cícero Santana foram escolhidos pela equipe de liturgia para fazerem/lerem as leituras da celebração, primeira leitura extraída do Livro do Profeta Isaías: (Is 50,4-7) feita por João Valdemar e a segunda leitura extraída da Carta de São Paulo aos Filipenses: (Fl 2,6-11) realizada por Cícero Santana.

Foram na caravana (ônibus) cerca de 60 pessoas dentre eles crianças, jovens e idosos.  


A Cidade de Maria foi construída, em 2006, pelo deputado federal Givaldo de Sá Gouveia (Givaldo Carimbão) como um espaço para a recuperação de dependentes químicos. Atualmente, 80 pessoas com problemas de dependência química recebem o tratamento no local. Com o passar do tempo
várias caravanas começaram a frequentar as apresentações e o local ficou conhecido como uma área de penitência, oração e fé.

A área é de 300 mil m² e conta com 12 palcos elevados. A capacidade por espetáculo é de 20 mil pessoas e conta com acesso para portadores de necessidades especiais. O estacionamento é para 2 mil ônibus, 5 mil carros e 10 mil motos.

“A Cidade de Maria foi construída para recolher gente e recuperar almas!” –
(Givaldo Carimbão, deputado federal)









terça-feira, 15 de março de 2016

Papa anuncia data da canonização de Madre Teresa de Calcutá

Cerimônia será em 4 de setembro. 
Ela foi beatificada pelo papa João Paulo em 2003.

Por G1
O Papa Francisco anunciou que a cerimônia de canonização de Madre Teresa será em 4 de setembro, de acordo com a BBC.

Madre Teresa, que morreu em 1997 aos 97 anos e era conhecida como "santa das sarjetas", foi beatificada pelo papa João Paulo em 2003. A beatificação, que necessita de um milagre, é o último passo antes da canonização.

De acordo com o Vaticano, o Papa Francisco abriu caminho para a canonização após aprovar um decreto reconhecendo um milagre atribuído à religiosa – a cura inexplicável de um homem que tinha múltiplos tumores no cérebro.

Parentes rezaram e pediram ajuda à Madre Tereza, e o homem se recuperou, deixando médicos sem explicações.

Segundo o jornal dos bispos italianos "Avvenire", que já havia adiantado nesta quinta a canonização, o homem curado por Madre Teresa é um brasileiro que estava em fase terminal e se recuperou em 2008. O milagre aconteceu na diocese de Santos, no litoral de São Paulo.

Ainda de acordo com o jornal, o homem cuja cura foi atribuída a Madre Teresa tem hoje 42 anos. Em 2008, ele se encontrava em estado terminal, “com múltiplos abcessos no cérebro e hidrocefalia obstrutiva”, e já havia passado por um transplante de rim e terapia imunossupressora.

Era um caso extremamente crítico, com prognóstico desanimador e sem reação às terapias realizadas. De repente, sem cirurgia, o homem se curou. Um exame feito no ano seguinte determinou que a resolução da doença não tinha explicação científica.

De acordo com a vaticanista do jornal, Stefania Falasca, que conhece pessoalmente o Papa, Madre Teresa deverá ser canonizada no dia 4 de setembro de 2016, em Roma, durante o Jubileu da Misericórdia, iniciado no dia 8 de dezembro. A data deverá ser confirmada durante um consistório. Ainda não se sabe se a cerimônia será realizada em Roma ou na Índia.

O "Avvenire" afirma que a cura milagrosa atribuída à intervenção de Madre Teresa foi reconhecida durante uma reunião de especialistas da Congregação para as Causas dos Santos, há três dias.

História

Madre Teresa de Calcutá (1910-1997), que nasceu em uma família albanesa na Macedônia, fundou sua própria congregação em 1950, as Missionárias da Caridade, e se dedicou durante mais de 40 anos aos pobres e aos doentes, especialmente na cidade indiana de Calcutá. Ela foi agraciada com o Prêmio Nobel da Paz em 1979.

Seu enterro em Calcutá no dia 5 de setembro de 1997 foi um acontecimento nacional na Índia e milhões de pobres acompanharam seu corpo pelas ruas da cidade. O funeral contou com a presença de chefes de Estado e governantes de todo o mundo.

Esta religiosa, uma das mais famosas e populares do mundo cristão, foi beatificada por João Paulo II no dia 19 de outubro de 2003, em Roma, durante uma cerimônia que teve a presença de 300 mil fiéis.

As Missionárias da Caridade tiveram origem em uma pequena congregação, que se transformou em uma rede que conta com cerca de 4.500 religiosas que trabalham em mais de 130 países, onde têm em torno de 700 casas dedicadas a ajudar os mais desfavorecidos.

A Ordem comemorou nesta sexta, em sua central na cidade de Calcutá, no leste da Índia, o anúncio da canonização.

"Estamos muito felizes e agradecidas. Soubemos da notícia nesta manhã", disse à Agência Efe a porta-voz da congregação em Calcutá, a irmã Christie, que reconheceu que as religiosas foram pegas de surpresa com o anúncio e que ainda não sabem o que vão fazer para celebrar a boa nova.

Em 2002, o Vaticano reconheceu um primeiro milagre atribuído à intervenção da madre Teresa, a cura de uma mulher de 30 ano de Bangladesh, Monika Besra, que sofria de um tumor abdominal.

A mulher se curou depois que as irmãs da congregação a presentearam com uma "medalha milagrosa" da Virgem, que antes havia sido usada pela beata falecida em 1997, aos 87 anos.

O Papa Francisco conheceu a religiosa, por ocasião de um sínodo de bispos em 1994 em Roma.
Caminho para se tornar santo

São três as etapas pelas quais deve passar o candidato a santo – confirmação das "virtudes heroicas", beatificação, e canonização -, para as quais se necessita de um milagre comprovado.

O primeiro passo para o processo de beatificação geralmente é dado pelo bispo da diocese à qual pertence o candidato e dificilmente antes dos cinco anos posteriores à sua morte.

Durante a investigação, primeiro se demonstra que o candidato tinha "fama de santidade" e que merece ser proposto à canonização.

Os teólogos consultores, os cardeais e até o papa têm o direito de opinar nesta etapa do processo, depois da qual se pode prever a beatificação, sempre e quanto se tenha demonstrado pelo menos a existência de um milagre que possa ser atribuído ao candidato.

Mas demonstrar a validade do milagre não é tarefa fácil. A Congregação para as Causas dos Santos se vale da assessoria de uma equipe de 70 médicos e vários especialistas, assim como dos estudos clínicos aos quais é submetido o indivíduo supostamente curado por um milagre.

Uma primeira aproximação do fenômeno denominado "milagre" é que a cura tenha acontecido de forma instantânea, perfeita e duradoura e inexplicável cientificamente, como a de uma doença incurável ou muito difícil de se tratar.